Os novos Drones da Linha DJI Phantom

os melhores dronesO mercado de drones está em franca expansão, o interesse por esses aparelhos tem ganhado cada vez mais adeptos no país e no mundo, seja para simples diversão ou para uso profissional em filmagens de eventos e atividades.

Hoje a quantidade de modelos é imensa, é possível encontrar os aparelhos nos mais diversos tamanhos, em várias faixas de preço, desde drones simples até os com os mais avançados recursos.

No entanto, é quase um consenso que hoje os melhores drones são os lançados pela empresa chinesa DJI, líder absoluta nesse mercado.

E dentro de sua gama de produtos, a linha Phantom é sem dúvidas a mais popular, é a série que fez a DJI ser o que é hoje. Mesmo com um custo elevado, eles são considerados produtos de alto nível, tanto pelo design e acabamento, quanto pelos recursos e câmeras realmente profissionais que estão disponíveis e acopladas no drone.

Os Drones Phantom 3

phantom 3Em 2015 a DJI lançou os primeiros 2 modelos da série Phantom 3, que definitivamente catapultaram a empresa chinesa para o topo desse mercado. Meses depois ainda colocariam no mercado 2 novos tipos, buscando aumentar ainda mais o seu alcance.

Todos os modelos são de primeira linha, entre os melhores drones do mercado, com câmeras de alta qualidade e recursos de voo e controle muito avançados. Eles diferem apenas em pequenos fatores sendo o principal a câmera, que pode ou não ser 4K, e a algumas características como o alcance e os recursos disponíveis.

Os 4 modelos lançados na série Phantom 3 são:

  • Standard
  • Professional
  • Advanced
  • 4K

Os modelos que fizeram mais sucesso foram sem dúvidas o Standard e o Professional

O Standard é caracterizado por ser o mais barato (menos caro na verdade), mas ainda assim possui uma câmera e características muito acima do que a maioria dos drones encontrados no mercado. Foi muito procurado por pessoas interessadas em um hobby e a se divertir com os voos e principalmente as imagens que o drone possibilita.

O modelo Professional foi muito procurado para o uso profissional, principalmente por empresas de imagem e vídeo, que utilizam o drone para filmar eventos, casamentos e atividades esportivas. Ele possui uma câmera 4K e pode voar a até 5KM de distância do controlador, o que é uma grande vantagem se comparado aos concorrentes.

O DJI Phantom 4

phantom 4Depois do grande sucesso da linha lançada em 2015, a DJI lançou em 2016 a série Phantom 4, dessa vez focando inicialmente em apenas um modelo principal, sem muitas variações.

O Phantom 4 é um equipamento de alto custo, focado principalmente no uso profissional. Possui todos os recursos da linha 3 professional, mas inclui melhorias que realmente fazem a diferença, e o preço.

Os principais diferenciais desse lançamento são:

  • Câmera de altíssima resolução podendo chegar a 4K
  • O drone chega a uma velocidade de até 72Km/h e pode ser controlado a até Km de distância através do visor e do sistema de GPS
  • Sistema que mapeia o ambiente ao seu redor e impede o impacto contra pessoas e objetos
  • Funcionalidade que permite definir um objeto, veículo ou pessoa que o drone irá seguir e manter o seu foco
  • Além de várias outras melhorias internas de design e projeto

Hoje a Phantom 4 já está disponível também nos modelos PRO e PRO+. Não há muitas diferenças entre elas, a PRO possui alguns recursos mais avançados principalmente na câmera enquanto que a PRO+ já traz uma tela acoplada ao controle, não sendo necessário o uso de um dispositivo móvel como celular ou tablet, o que é preciso em todos os outros modelos.

Quer se impressionar? De uma olhada no vídeo oficial do drone. Mas cuidado, o vídeo pode fazer você perder alguns mil reais, é difícil resistir 🙂

 

Os Hackers Russos Hackearam os EUA

Sim, por incrível que pareça, a Rússia interferiu diretamente no resultado das eleições americanas em 2016. Não há mais como negar.

Um relatório assinado pelo FBI (a polícia federal norte-americana), pela CIA (Central de Inteligência do governo dos EUA) e pela NSA (Agência de Segurança Nacional) confirma e ainda oferece detalhes de como o governo russo teria agido para “hackear” as eleições dos Estados Unidos em 2016.

De acordo com o documento, “em julho de 2015, a central de inteligência da Rússia teve acesso às redes do Comitê Nacional Democrático”, isto é, do diretório do Partido Democrata, partido representado nas últimas eleições por Hilary Clinton. Ainda segundo os investigadores, os russos “mantiveram esse acesso até, pelo menos, junho de 2016”.

O relatório ainda diz que o governo russo contou com Guccifer 2.0 e DCLeaks.com, dois grupos hackers americanos, para acessar a rede do DNC e vazar informações sigilosas. A ordem teria partido diretamente do presidente russo, Vladimir Putin, e o objetivo seria “aumentar as chances de eleição do presidente Donald Trump denegrindo quando possível a imagem da secretária Hilary Clinton”.

Nos EUA, o período de votações pode começar até meses antes do “dia oficial” em alguns estados. Na votação final, Donald Trump acabou eleito presidente dos EUA em 8 de novembro após conquistar o número mínimo de delegados exigidos pela lei eleitoral americana. Sua principal rival, a democrata Hilary Clinton, venceu no voto direto.

Apesar de suas 25 páginas, essa ainda é uma versão censurada do relatório completo entregue ao presidente em exercício, Barack Obama, e ao presidente eleito Donald Trump na última semana. Por isso, detalhes de como as invasões aconteceram e suas consequências não foram divulgados, “por segurança”, segundo o FBI.

Após ter acesso ao relatório completo, Obama ordenou, ainda em 2016, a expulsão de 35 diplomatas russos dos EUA. Já Donald Trump disse, nesta sexta-feira, 6, poucas horas antes da divulgação do documento, que se encontrou com líderes das agências de inteligência do país e que a ação da Rússia “teve absolutamente nenhum efeito sobre o resultado das eleições, incluindo o fato de que não houve manipulação de urnas eletrônicas”.

Guerra Cibernética

O governo dos Estados Unidos responsabilizou Vladimir Putin, presidente da Rússia, pelos ciberataques que interferiram nas eleições presidenciais americanas que aconteceram no mês passado. A declaração foi feita na última quinta-feira, 15, pela Casa Branca, que prometeu retaliações, aumentando as tensões entre as duas maiores potências atômicas do mundo.

Obama também comentou o assunto, afirmando que vai reprimir os ataques russos. “Não há dúvidas de que quando um governo estrangeiro tenta violar a integridade das nossas eleições, é preciso adotar ações. Vamos fazer isto, no lugar e momento adequados. Algumas ações poderão ser explícitas e anunciadas e outras, não”, declarou o governante.

Donald Trump, presidente eleito dos Estados Unidos, insinuou que a Casa Branca tem intenções partidárias ao levantar a questão. “Se a Rússia ou outra entidade realizavam ataques informáticos, por que a Casa Branca esperou tanto tempo para reagir?”, questionou, pelo Twitter.

O governo russo, por sua vez, afirmou que “os absurdos não se baseiam em nenhum fundamento” e que o governo americano “precisa parar de falar sobre isso ou finalmente apresentar algum tipo de prova. Caso contrário, isso parece extremamente indecente”.

E agora, como ficarão as coisas com entre EUA e Rússia. Por um lado Donald Trump não fará nada com relação a esse assunto, principalmente porque ele foi o principal beneficiado. Por outro lado, ficará os EUA a mercê de ações cibernéticas da Rússia ou de qualquer outro país, sem tomar nenhuma ação contra isso? Dificilmente.

É certo que os EUA investirão muito em segurança da informação nos próximos anos.

As Eleições no Brasil

E você? Ainda acha que as eleições no Brasil, através das urnas eletrônicas, são seguras e confiáveis?

O Negócio de Manutenção de Celular

No post dessa semana, vamos falar sobre o mercado de assistências técnicas para manutenção de celular, uma área que sem dúvida alguma está em alta, prova disso são as inúmeras pequenas assistências que podem ser encontradas principalmente nos bairros mas populares das cidades.

O mercado de manutenção de celulares está muito forte. Segundo as últimas pesquisas, enquanto o conserto de aparelhos de celular aumentou 47% em 2016, a compra de novos celulares caiu mais de 13%.

Isso aconteceu devido ao preço muito elevado dos smartphones e principalmente à crise econômica que já vem desde 2015 e faz com que os usuários prefiram realizar o conserto ao invés de comprar um celular novo.

Uma Assistência de Manutenção de Celular

Assistência Técnica CelularEsse tipo de empreendimento é bem simples e normalmente procurado por pequenos profissionais e técnicos, muitas vezes recém desempregados, em busca de seu primeiro negócio.

Essas assistências fazem todo tipo de conserto em celulares, desde uma tela quebrada, uma bateria que não carrega, até problemas de placas queimadas. Trabalham com praticamente todas as marcas do mercado, Samsung, iPhone, LG e muitas outras.

O negócio exige pouco investimento, pois os equipamentos são baratos e podem ser facilmente encontrados em lojas especializadas ou pela Internet. Com menos de R$ 1.000,00 já é possível comprar todo o equipamento necessário para as atividades.

Quanto à estrutura de local de trabalho, basta um pequeno escritório ou box, e até mesmo um cômodo da casa, com uma bancada, pontos de energia e refrigeração adequada.

Veja a reportagem abaixo sobre o assunto:

Principais Desafios

Dentre as principais dificuldades dessas micro empresas que atuam na área podemos citar:

  • Concorrência: Em todas as áreas existe concorrência, mas ela é muito pior quando é desleal e quando são aplicados preços muito abaixo da média, o que muitas vezes é o caso.
  • Falta de Profissionais Qualificados: Com o aumento da demanda de serviço, vem o aumento da demanda de profissionais, e dependendo da região é muito difícil encontrar bons profissionais
  • Variedade de Modelos: Esse é uma grande dificuldade da área, mas que não há o que se fazer, existem muitas marcas e modelos no mercado e o empreendedor tem duas alternativas, ou se especializa em alguma delas ou torna-se um generalista tendo que manter-se sempre atualizado.

Cursos de Desenvolvimento

Curso Manutenção de CelularNuma área com pouca barreira de entrada quanto ao investimento e a estrutura de trabalho, o que vai diferenciar a qualidade entre as diferentes assistências técnicas é o conhecimento e a qualidade de entrega.

Na grande maioria dos casos, esses profissionais não possuem formação superior em áreas relacionadas, no máximo possuem um curso técnico na área de eletrônica ou algo relacionado.

Devido a isso, é fundamental que busquem qualificação através de apostilas ou um bom curso de manutenção de celular. Existem diversas opções no mercado, tanto presenciais como online e basta uma pesquisa para encontrar a melhor opção para o seu caso.

Franquias

Com todo esse mercado, outra modalidade desse negócio que subiu muito foram as franquias de assistências técnicas.

Hoje, no país, aproximadamente uma a cada dez franquias pertence ao setor de serviços. A grande vantagem desse tipo de franquia é a alta lucratividade com baixo investimento. Para atender esses franqueados normalmente são apresentados dois modelos de negócio: lojas de rua e quiosques para shoppings e centros comerciais.

O número de franquias no setor é considerável. O momento, mesmo de crise, só mostra que a tendência é crescer em um ritmo acelerado e surpreender quem investir nesse segmento.

As Principais Tendências Tecnológicas para 2017

Estamos fechando o ano de 2016, mas já pensando em 2017.

Nesse nosso primeiro post, vamos compartilhar o relatório da Gartner, líder mundial em pesquisa e aconselhamento imparcial em tecnologia, sobre as principais tendências tecnológicas que serão fundamentais para as empresas em 2017.

O Gartner define como uma tendência tecnológica estratégica a que tenha um potencial disruptivo importante e que apenas está começando a sair de um estado emergente para um impacto e um uso maiores ou que sejam tendências de rápido crescimento, com um alto grau de volatilidade, alcançando pontos cruciais nos próximos cinco anos.

As 10 principais tendências

AI e Aprendizagem Avançada da Máquina

Inteligência Artificial (AI) e Machine Learning (ML) estão compostos por muitas tecnologias e técnicas, que ultrapassam cada vez mais os algoritmos tradicionais baseados em regras para criarem sistemas que entendam, aprendam, prevejam, adaptem e, possivelmente, operem de forma autônoma. Isso é o que faz as máquinas inteligentes parecerem “inteligentes”.
“A AI aplicada e a aprendizagem avançada da máquina fazem surgir um espectro de implementações inteligentes, que serão entregues como sendo uma nova classe de aplicativos e coisas obviamente inteligentes, assim como entregarão uma inteligência incorporada para uma ampla variedade de dispositivos de malha e soluções existentes de software e serviços”, afirma Cearley.

Aplicativos Inteligentes

Os aplicativos inteligentes como os VPAs realizam algumas das funções que um assistente humano faria todos os dias tornar-se mais fácil (priorizar e-mails, por exemplo), e seus usuários mais eficazes (destacando o conteúdo e as interações mais importantes). Outros aplicativos inteligentes como os assistentes virtuais do cliente (VCAs) são mais especializados para realizar tarefas em áreas como vendas e serviço ao cliente.

Coisas Inteligentes

As coisas inteligentes se referem às coisas físicas que vão além da execução de modelos de programação rígidos para explorarem a AI aplicada e a aprendizagem de máquinas para comportamentos mais sofisticados e interação com mais naturalidade no ambiente que os cerca e com as pessoas. O Gartner antecipa uma mudança das coisas inteligentes autônomas para um modelo colaborativo da inteligência das coisas.

Realidade Virtual e Aumentada

As tecnologias absorventes, como a realidade virtual (VR) e realidade aumentada (AR),

transformam a forma como os indivíduos interagem uns com os outros e com os sistemas de software. “O cenário do consumidor imersivo e do conteúdo comercial e dos aplicativos irá evoluir dramaticamente ao longo de 2021”, afirma Cearley.

Gêmeo Digital

Os gêmeos digitais incluem uma combinação de metadados, condições ou estado, dados sobre o evento e a análise. Dentro de três a cinco anos, centenas de milhões de coisas irão ser representadas por gêmeos digitais, que serão usados para reparar, de forma proativa, e planejar o serviço do equipamento, para planejar os processos de fabricação, operar fábricas, prever a falha de equipamentos ou aumentar a eficiência operacional, e realizar um desenvolvimento melhor de produtos.

Blockchain e Registros Distribuídos

Blockchain é um tipo de registro distribuído no qual as transações de troca de valores (em Bitcoin ou outras moedas) são sequencialmente agrupadas em blocos. Os conceitos de Blockchain e registros distribuídos estão ganhando força, pois prometem transformar os modelos operacionais da indústria. “Os registros distribuídos são potencialmente transformativos, porém, a maior parte das iniciativas ainda está na fase de testes alfa ou beta”, afirma Cearley.

Sistemas Conversacionais

O foco atual para interfaces conversacionais está voltado para chatbots e para aparelhos habilitados por microfones. No entanto, a malha digital abrange um conjunto cada vez maior de pontos que as pessoas usam para acessar aplicativos e informações, ou interage com pessoas, comunidades sociais, governos e negócios. A medida que a malha do dispositivo se desenvolve, os modelos de conexão irão se expandindo e surgirá uma maior interação cooperativa entre os dispositivos, criando a base para uma nova experiência digital contínua e real.

Aplicativo de Malha e Arquitetura de Serviços

No aplicativo de malha e na arquitetura de serviços (MASA), os aplicativos móveis, para a web, para desktop e para a IoT se conectam a uma malha ampla de serviços de retaguarda para criarem o que os usuários enxergam como um “aplicativo”. A arquitetura encapsula os serviços e expõe APIs em vários níveis e ao longo das barreiras organizacionais, equilibrando a demanda por agilidade e aumento de serviços com uma composição e reuso de serviços. A MASA permite que os usuários tenham uma solução otimizada para os endpoints alvo na malha digital, assim como uma experiência contínua a medida que eles transitam nesses diferentes canais.

Plataformas de Tecnologia Digital

Fornecem os alicerces básicos para um negócio digital e são um facilitador importante para a criação de um negócio digital. O Gartner identificou os cinco pontos principais que permitem as novas capacidades e os modelos comerciais do negócio digital — sistemas de informação, experiência do cliente, análise e inteligência, a IoT e os ecossistemas comerciais. Cada empresa terá uma mescla dessas cinco plataformas de tecnologia digital. As plataformas fornecem os alicerces básicos para um negócio digital e são um facilitador importante para a criação de um negócio digital.

Arquitetura de Segurança Adaptável

A malha inteligente digital e as plataformas de tecnologia digitais inteligentes relacionadas e as arquiteturas do aplicativo criam um mundo cada vez mais complexo para a segurança. “O usuário do monitoramento e o comportamento da entidade são uma adição crítica particularmente necessária nos cenários da IoT. No entanto, a vantagem da IoT é ter uma nova fronteira para muitos profissionais de segurança em TI criando novas áreas de vulnerabilidade e, normalmente, requerendo novas ferramentas e processos de correção que devem ser levados em conta nos esforços da plataforma da IoT”, afirma Cearley.

 

Fonte: http://exame.abril.com.br/negocios/dino/gartner-identifica-as-10-principais-tendencias-tecnologicas-estrategicas-para-2017-shtml/